O Ministério Público Federal (MPF) abriu um inquérito civil para investigar algumas irregularidades na atuação do Conselho Regional de Farmácia da Paraíba. A portaria foi publicada nesta quarta-feira (13), no Diário Oficial do MPF.

 

Entre as irregularidades apontadas pelo MPF estão a ausência de informações, em tempo real, relativas às despesas do órgão, como jetons, passagens, diárias e auxílios, no portal da transparência; falta de publicidade, no site do Conselho, sobre eventos de capacitação para o público-alvo; e ausência de fiscalização adequada em algumas farmácias.

 

o presidente do Conselho Regional de Farmácia será notificado sobre a investigação para reunir informações nos autos.

 

Redação

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Homem morre dentro de carro em estacionamento de hospital

Na manhã desta sexta-feira, dia 29, um homem foi encontrado morto dentro de um carro em um estacionamento do Hospital Edson Ramalho, em João Pessoa. De acordo com informações o…

Para Efraim turismo foi o setor que mais teve prejuízos com pandemia

Logo mais, às 18 horas, as entidades de trade turístico da Paraíba debatem as medidas econômicas e soluções para enfrentamento da crise (em vídeo conferência) e têm como convidados o…