Por pbagora.com.br

Após acusar o jornalista e radialista Fernando Caldeira de ser o mandante do assassinato de três meninos na região metropolitana de Cajazeiras, crime ocorrido há 12 anos, o ex-prefeito Carlos Antônio Araújo de Oliveira  não compareceu à Justiça Criminal em João Pessoa para audiência na Justiça Criminal da Capital para responder ao processo movido pelo comunidacador. 

“Depois que descobri e publiquei que o sr. Carlos Antônio tinha se tornado réu na Operação Andaime e que iria depor na 8a. Vara da Justiça Federal em Sousa, o que de fato ocorreu, o ex-prefeito inventou essa calúnia contra mim e o processei para que ele prove o que diz”, afirmou Caldeira.

O réu  foi citado por oficial de justiça na cidade de Cajazeiras e estava ciente da audiência nesta segunda-feira (13), mas mesmo assim não compareceu.

Como consequência dessa ausência, o Juiz já determinou a marcação de nova audiência, desta vez de instrução e julgamento, quando o assunto deve ser esclarecido e julgado.

 

Redação

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Notícias relacionadas

Opinião: Cícero Lucena bem que poderia resgatar João Pessoa da lama

O prefeito Cícero Lucena deveria se dar conta de que João Pessoa, uma cidade que caminha para um milhão de habitantes, precisa resolver com a máxima urgência o problema do…

PMJP renova carteira de U$ 200 milhões com o BID até 2024

A Prefeitura de João Pessoa participou, na tarde dessa quarta-feira (12), da revisão de Carteira do Programa João Pessoa Sustentável junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que tem investimento…