A Paraíba o tempo todo  |

PSB Mulher também se solidariza com Estela Bezerra; veja nota

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A Secretaria Estadual de Mulheres do PSB na Paraíba também emitiu uma nota à imprensa, nesta quinta-feira (16), em solidariedade à deputada Estelizabel Bezerra, alvo de críticas por parte de setores da imprensa nos últimos dias.

Na nota, as socialistas se dizem perplexas com o tratamento dispensado pelo jornalista Nilvan Ferreira, da Rádio Correio, enquanto entrevistava a parlamentar.

“Nós, mulheres paraibanas, estamos perplexas com a forma com que o apresentador se referiu à parlamentar, bem como sobre o tom autoritário, agressivo e machista que o mesmo usou para com a deputada, gritando a todo o momento e não a deixando se pronunciar”, diz trecho da nota.

CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA

Secretaria Estadual de Mulheres do PSB – Paraíba

Faltou respeito, faltou ética, faltou jornalismo!        

A Secretaria Estadual de Mulheres do PSB da Paraíba se solidariza com a deputada estadual socialista, Estela Bezerra, que foi desrespeitada pelo radialista, Nilvan Ferreira, no programa Correio Verdade, na tarde desta quinta-feira, 16.

Nós, mulheres paraibanas, estamos perplexas com a forma com que o apresentador se referiu à parlamentar, bem como sobre o tom autoritário, agressivo e machista que o mesmo usou para com a deputada, gritando a todo o momento e não a deixando se pronunciar.

Como alguém convida uma entrevistada a seu programa e a destrata desta forma? Ou foi para isso que a convidou?

Há dias, outras pessoas, que se auto-declaram jornalistas, vêm atacando a deputada Estela Bezerra, em seus sites e blogs, com palavras que atentam a sua reputação, a exemplo de “histérica”, “descontrolada”,  “perturbada”.  Adjetivos que sempre são usados por machistas para desqualificar o trabalho de uma mulher, principalmente, quando esta se impõe e ocupa lugar de poder na sociedade.

Percebemos que estes ataques à deputada Estela Bezerra têm acontecido de maneira orquestrada e sistemática por pessoas que servem a grupos políticos na Paraíba e atuam contra a Democracia, se arvorando como defensores da moral, mas que na prática, defendem seus próprios interesses e atuam contra o povo paraibano.

Sabemos que o que está em jogo não é a fala da deputada Estela, mas sim, o ataque a um projeto político vitorioso liderado pelo PSB e que mudou a realidade da vida de paraibanos e paraibanas.  Em outras palavras, mudaram as relações de poder na política do nosso estado, eis o cerne da questão. Gritar, se exasperar, é apenas pano de fundo para o cenário midiático!

          As atitudes do senhor  Nilvan Ferreira vão de encontro ao que é fazer jornalismo e revelam a sua não qualificação para ocupar o posto de apresentador de um programa de rádio, que tem como objetivo principal transmitir notícias para a população, cumprindo todos os requisitos básicos do fazer jornalístico. Mas, o que vimos nesta quinta feira durante o programa Correio Verdade, do Sistema Correio de Comunicação, foi um ataque misógino a uma mulher, a qual lhe foi negado o direito de fala!

          Isso gera desinformação e desqualifica o debate, ficando em um jogo raso de interesses escusos. Até sensacionalismo tem limite!

Toda nossa solidariedade à companheira Estela Bezerra e nosso repúdio às práticas autoritárias e de ódio às mulheres, que têm invadido os meios de comunicação na Paraíba!

João Pessoa, 16 de maio de 2019

         Valquíria Alencar

         Secretária Estadual de Mulheres do PSB/PB

                  Membro da Secretária Nacional de Mulheres do PSB

 

PB Agora

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe