João Pessoa, 20 de Fevereiro de 2018
Policial
14/03/2017 as 14:43min - PB Agora
Rodolpho Carlos poderia ter evitado acidente, diz perícia

A Polícia Cientifica da Paraíba concluiu nesta terça-feira (14) o laudo da reconstituição do acidente que vitimou o agente de trânsito da Lei Seca Diogo Nascimento. A

De acordo com a perícia, o carro conduzido por Rodolpho Carlos estava a 60 Km/h, porém, a velocidade máxima permitida no local era de 50 km/h, o que já comprovaria um excesso de velocidade em relação ao trecho trafegado.

O laudo concluiu principalmente que o condutor Rodolpho Carlos teve condições de evitar o acidente, se quisesse. "Ele tinha todas as condições de enxergar o agente de trânsito”, afirmou o perito Herbet Boson.

Rodolpho Carlos segue em liberdade após concessão de Habeas Corpus.

 

PB Agora

 

Compartilhe