A Polícia Militar da Paraíba prendeu, na tarde de hoje, quinta-feira (07), um jovem de 23 anos, suspeito de fazer parte do grupo que assaltou o deputado estadual Manoel Ludgério, no Sítio Capim Grande, zona rural de Campina Grande, em junho de 2018.

Na ação, os policiais encontraram uma máscara e uma arma de fogo que estava sendo utilizada para realizar assaltos na área. 

O suspeito já responde pelo crime de homicídio contra uma professora que aconteceu no último dia do ano em 2012. Na época, ele era adolescente. A professora foi assassinada a pedradas.

 

Redação

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Júri absolve acusados da morte de radialista e reabre as investigações

Foram julgados ontem (27), os sete réus acusados de envolvimento no homicídio do radialista Ivanildo Viana, em Santa Rita. Na decisão o 1º Tribunal do Júri de João Pessoa, através…

Polícia desarticula boca de fumo e prende suspeito com armas

Em mais uma ação de combate ao tráfico de drogas, a Polícia Militar prendeu um homem suspeito de ser o ‘vigia’ de uma boca de fumo na comunidade Saturnino de…