João Pessoa, 22 de Janeiro de 2018
Política
15/11/2011 as 14:30min - PB Agora
Dirigente do PSDB da Paraíba admite que Cássio Cunha Lima está obrigado a apoiar o PSB

 Dirigente do PSDB da Paraíba diz que aliança de Cássio e Ricardo não precisa ser eterna, mas acaba admitindo que tucano está obrigado a apoiar o PSB

O secretário geral do PSDB, João Fernandes revelou suas crenças em relação a aliança entre o senador Cássio Cunha Lima e o governador Ricardo Coutinho e disse que essa composição foi pontual, mas que, no entanto, não deve ser eterna.


“Ele fez uma aliança pontual para eleger Ricardo Coutinho e nos estamos cumprindo com esse apoio. A ala Cícero Lucena foi contra essa composição e acredito que não precisa ser eterna. Ela vai ser pontual ou subserviente? A solução é seguir a determinação do partido”, explica.


Indagado sobre a motivação de Cássio em estar do lado de Ricardo, João Fernandes acabou admitindo que o senador se sente obrigado a dar sustentação a Ricardo Coutinho porque ele ajudou a elegê-lo governador.


“As contradições vão se potencializar, mas Cássio se sente obrigado a dar sustentação a Ricardo Coutinho já que ele conseguiu eleger o socialista como governador. Esperamos que ele acerte em favor da Paraíba”.


João Fernandes pensa também que a opinião do senador pode mudar até 2014. O motivo é que a sustentação ao governo pode dar errado.


“Até 2014, a opinião de Cássio pode mudar. O senador quer resultados positivos para o Estado e por isso vai apoiar Ricardo Coutinho. Cada um coloca na mesa as peças que tem e pode deslocá-las de acordo com suas conveniências atuais. Cássio acredita que o governador terá uma nova postura em 2012, dando aumento ao funcionalismo e na gestão como um todo”, finaliza o líder tucano.

 

Vanessa de Melo

PB Agora
 

Compartilhe