João Pessoa, 10 de Dezembro de 2018
Política
05/12/2018 as 05:51min - PB Agora

Se depender do governador eleito João Azevêdo (PSB), os deputados fieis ao projeto socialista e que são tidos como aliados de primeira hora, mas não lograram êxito nas urnas, nas eleições de outubro passado, terão um olhar diferenciado por parte da nova administração estadual.

João evitou citar nomes ou indicar postos, mas assegurou que não abandonará os companheiros de campinhada. Durante entrevista essa semana ele disse que até esta sexta-feira (07) estará anunciando alguns nomes que comporão sua equipe, no primeiro escalão da gestão. A expectativa, no entanto, é que o aproveitamento de algum deputado só ocorra em fevereiro do ano que vem, que é quando uma nova legislatura é iniciada.

“A questão de acomodação ela será natural ao longo do processo, não será feita agora, de imediato, até porque os novos deputados só tomarão posse a partir de fevereiro, e a partir de fevereiro é um outro quadro, diferente do quadro atual e é claro que nós temos companheiros que precisam ter e receber um olhar diferente por parte do governo”, destacou.

Entre os parlamentares cotados para serem aproveitados, seja como suplentes, seja para atuar na gestão estão Lindolfo Pires (Podemos), Anísio Maia (PT), Trócolli Júnior (Podemos), Antônio Mineral (PSB), Raoni Mendes (DEM), e João Paulo (PT). Desses, apenas Anísio conquistou a primeira suplência. Os demais ficaram ou na 2ª ou na 3ª suplência na Assembleia Legislativa da Paraíba.

 

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Compartilhe