Filiado ao PSC paraibano, o deputado estadual Renato Gadelha disse que viu com tranqüilidade a decisão do vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior, em trocar, mais uma vez de legenda. O gestor que deixou o MDB para disputar as eleições pelo PSC agora já vai ingressar na terceira sigla – o Solidariedade (SD) – em menos de um ano.

Para Renato, Júnior se filiou ao PSC apenas para garantir legenda para a disputa de 2018. Como não logrou êxito nas urnas, o próximo passo era procurar um partido para chamar de seu.

"Vejo com muita tranquilidade. Manoel Júnior para mim fez parte do MDB e veio para a legenda do PSC com o intuito de se candidatar ou a senador ou a deputado federal. Ele foi candidato a federal, não obteve êxito e aí procurou um partido para chamar de seu, que é o Solidariedade, ele tem uma certa ligação com o atual presidente Paulinho da Força e aí ele se jogou aos braços do Solidariedade, mas houve um imbróglio com o deputado Bruno, porque Bruno permaneceria presidente e ele como vice, e Bruno não satisfeito deixou o partido e Manoel Júnior, com mastreza, chegou a presidência do Solidariedade", disse.

As declarações do parlamentar foram veiculadas em entrevista ao programa Arapuan Verdade, na tarde desta quinta-feira (06).

 

PB Agora

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

DEU NA VEJA: Investigações de corrupção contra RC avançam

A coluna Radar da publicação online da Revista Veja deste sábado, dia 30, traz a informação de que as investigações, no âmbito da Operação Calvário, contra o ex-governador da Paraíba,…

Curtas & Curtidas aborda Tião Gomes, FHC, Bolsonaro, quarentena e fake news

Tião Gomes apoia artistas, FHC critica Bolsonaro, CG não respeita a quarentena e Gabinete do ódio tenta influenciar o PL das Fake News no Twitter  Grande mecenas, Tião Gomes declara…