“Hoje, a oposição entende que a união é necessária para que Campina Grande volte a ser o que era. Campina precisa resgatar a sua história. É importante as oposições estarem unidas e de mãos dadas para termos uma chapa competitiva em 2020”, a declaração é do deputado estadual Inácio Falcão, do PCdoB, que já se colocou à disposição de seu grupo político para encarar a disputa na Rainha da Borborema, em 2020.

Ele adiantou que já conversou com o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) e também com o atual governador João Azevêdo (PSB) e eles também têm o mesmo entendimento no tocante à união do grupo.

Para Inácio, a derrota da oposição, em 2016, ensinou que o bloco deve permanecer unido, sem rachas, se quiser se fortalecer. “Houve várias falhas. Falta de interlocução, de entendimento e isso mostra o quanto é importante a união”, ressaltou.

Ainda segundo o parlamentar, durante recente encontro nacional de sua legenda, ficou acordado que o desejo de candidatura própria parte tanto da executiva nacional, quanto da estadual.

“Nós sabemos que o partido tem um interesse muito forte, não só na Paraíba, mas no Nordeste. O partido vem crescendo no Brasil. As esquerdas devem estar fortalecidas no país, pois as conquistas do povo brasileiro aconteceram através da esquerda”, destacou.

PB Agora

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Para Veneziano, redução de homicídios na PB é resultado dos investimentos de João

O Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) cumprimentou, na tarde desta segunda-feira (24), os órgãos de segurança pública da Paraíba e o governador João Azevedo (PSB), pelos dados do balanço…

Verissinho é condenado por contratar 546 servidores sem concurso

O prefeito da cidade de Pombal, Abmael de Sousa Lacerda, mais conhecido como Dr. Verissinho, foi condenado pela prática de improbidade administrativa, em razão da contratação de 546 servidores temporários…