João Pessoa, 26 de Maio de 2019
Política
16/04/2019 as 19:20min - PB Agora
Opinião: RC e a PMJP em 2020 - uma realidade possível

A oposição, ou situação, isso vai depender do ponto de vista de cada leitor, possui uma realidade absoluta. Caso o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) busque ocupar novamente a cadeira de chefe do Executivo de João Pessoa, pondo-se como postulante nas eleições de 2020, tem a preço de ontem e hoje, projeções que o apontam como possível vencedor.


E não há muita novidade em tal cenário, pelo simples fato da “vitória” do Mago, repito, ontem e hoje, situa-se no “Escrito nas Estrelas”. Um trocadilho raso, caro leitor, embora oportuno, citando Tetê Espíndola, que tão bem interpretou a bela canção no Festival dos Festivais, em 1985, na Globo Platinada.


Naquela época, tínhamos na grande final do festival criaturas e criadores. Seres do quilate de Emílio Santiago, que contagiou o público ao interpretar “Elis, Elis”, e “Condor”, do bom e velho Oswaldo Montenegro. Em suma, possuía naquele embate musical um ar mágico e envolvente pautado na plêiade de grandes nomes.


Agora voltemos ao “paralelo Ponta do Seixas”, retornando à discussão de quem poderia fazer frente a Ricardo Coutinho nas urnas. A resposta é quase simples. Quase, pondo essa condição por não haver uma verdade ou certeza absoluta.

Talvez o grande adversário de Ricardo Coutinho resida nele próprio, e nos que buscam associar seu nome em escândalos jurídicos. E como prudência é algo que se guarda como amigo, ali, do lado esquerdo do peito, o socialista, caso busque a postulação, como ficou implícito na sua conta do Instagran, no último final de semana, deve assegurar-se de um bom vice; alguém que o fortaleça política e juridicamente.


Talvez o Democrata Efraim Filho, que hoje ocupa a coordenadoria da bancada federal paraibana no Congresso seja o nome perfeito. Ou seu pai, Efraim Morais, que ocupou o cargo de senador pela Paraíba entre 2003 e 2010, foi secretário de Ricardo Coutinho na gestão estadual, permanecendo na pasta da Secretaria de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca no governo João Azevêdo. 


Agora resta à oposição e situação manterem-se “antenados” nas publicações das redes sociais do “Mago”. Pois em tempo de mundo digital, a linguagem binária é tudo, ou quase tudo.

 

Eliabe Castor

PB Agora

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Compartilhe