Após quatro mandatos de vereador, o vereador licenciado e presidente da Agência Municipal de Desenvolvimento (Amde), Nelson Gomes Filho (PSDB), anunciou que pode desistir de disputar a reeleição. Ele ratificou publicamente a sua vontade de disputar a PMCG em 2020.

Em entrevista a Rádio Campina FM, Nelson, ele já deu sua contribuição no Legislativo por 16 anos e em três mandatos consecutivos como presidente da Câmara Municipal e agora quer ser o candidato do grupo de Romero Rodrigues (PSD) para as eleições de 2020.

Ele, que deve deixar o ninho tucano, ressaltou ainda que, caso não seja o candidato do grupo, pode lançar uma candidatura avulsa e acredita que o prefeito Romero não irá ficar chateado com a decisão.

Caso não seja o escolhido, Nelson disse que vai continuar com seus trabalhos como empresário, mas não volta para a Casa de Félix Araújo.

– Já passou meu tempo de mandato de vereador. Agora vou em busca de um sonho maior e já sou um dos pré-candidatos a prefeito em 2020. Sei que têm bons nomes e o meu já está jogado ao povo, que vai definir. Se o povo não aceitar irei agradecer a todos, mas tenho certeza que terei boa votação, porém, não serei mais candidato a vereador em Campina Grande – explanou.

Ele acredita que o nome do grupo deve ser definido até o mês de setembro.

 

Redação

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Assembleia aprova LDO e fecha semestre com aumento de 361% na produção

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) fechou o primeiro semestre de 2019 com produção recorde e aumento de 361% na produção de matérias com relação ao mesmo período do ano…

Opinião: Cabedelo sofre com a corrupção desde o Brasil colônia e vereadores buscam livrar Vitor Hugo da Xeque-Mate

A cidade de Cabedelo foi fundada em 4 de novembro de 1585. Possui um patrimônio cultural imaterial fantástico, dentro das suas “paragens” figuram a Nau Catarineta (1910), Lapinha de Jesus…