Em recente entrevista a uma emissora de TV da capital o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) o deputado Adriano Galdino (PSB) revelou bastidores da relação harmoniosa que está havendo entre os poder legislativo e executivo estadual na pessoa do governador João Azevêdo (PSB). Segundo Adriano, todas as segundas-feiras estão havendo reuniões com o governador para discutir a Paraíba e questões administrativas.

 

Segundo o deputado socialista, ele tem procurado contribuir para a construção do Governo de João Azevêdo, dando governabilidade, fazendo com que as matérias do Governo sejam aprovadas, sempre dentro da legalidade. Além disso destacou os avanços nas relações interpoderes, que garantiu após sete anos, o descongelamento do Orçamento do Estado para repasse do duodécimo dos Poderes com reajuste do IPCA. “Este ano vamos votar a LDO, já na próxima semana, de forma consensual, sem questionamentos, porque conseguimos chegar a um acordo que atendeu a todos”, disse.

 

O presidente da ALPB também se disse favorável a aprovação da emenda impositiva, de autoria do deputado Nabor Wanderley (PRB), que vem sendo uma tendência nacional. Ele destacou, que apenas seis Parlamentos, dentre eles o da Paraíba, ainda não aderiram a medida. Mas defende, no entanto, que a decisão tem que ser fruto de um diálogo aprofundado com toda a base de governo.

 

 

 

Redação

 

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

2020 em CG: Romero pode repetir receita usada por Lula e RC

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), terá dificuldades para escolher seu sucessor nas eleições municipais que se avizinham, em 2020, sobretudo por conta do leque de aliados aptos…

Gervásio protocola documento que pede exoneração de Moro

O deputado federal Gervásio Maia (PSB), em conjunto com outros parlamentares da legenda protocolou nesta quarta-feira (19) um pedido para que o presidente Jair Bolsonaro exonere imediatamente o ministro da…