João Pessoa, 24 de Maio de 2019
Saúde
10/03/2019 as 15:10min - PB Agora
Em entrevista ao PB Agora, cientista alemão põe em xeque possível cura do câncer

Em entrevista ao PB Agora, cientista alemão diz que vê com ceticismo descoberta de medicamento israelense para cura do câncer

O câncer é um dos grandes flagelos da nossa época. É a segunda principal causa de morte em todo o mundo, responsável por tirar a vida de quase 10 milhões de pessoas em todo mundo. Anda que a luta contra o câncer tenha alcançado excelentes avanços nos últimos 30 anos, com a taxa de sobrevida tendo dobrado, uma cura definitiva ainda está distante.

 

Recentemente pesquisadores israelenses anunciaram um medicamento que promete ser milagroso. A equipe de cientistas garantem ter descoberto a primeira “cura completa para o câncer” usando codificação genética de ponta para matar células doentes. As informações que causaram euforia e ceticismo entre a comunidade cientista, foram dadas por Dan Aridor, presidente do conselho da Acelerated Evolution Biotechnologies (AEBi), empresa que está desenvolvendo o tratamento em Israel.

 

O medicamento anticâncer, potencialmente revolucionário, é baseado em uma tecnologia que pertence ao grupo de tecnologias de exibição de fagos (fago, do grego fagoína significa “devorar”). Envolve a introdução do DNA codificador de uma proteína, como um anticorpo, em um bacteriófago – um vírus que infecta bactérias. Essa proteína é então exibida na superfície do fago. Só que o que poderia ser uma revolução para a humanidade no  mundo científico pode virar numa frustração. 

 

O PB Agora foi em busca de um especialista para atestar a eficácia do medicamento e dá um alento a milhares de brasileiros acometidos com a doença. O biólogo alemão Mathias Welle,(44), vê com desconfiança a descoberta, mas não descarta a sua eficácia. Especialista em tratamento do câncer, o especialista que é Doutor em Genética pelo Instituto de Genética da Universidade de Colônia "Universität zu Koeln" (Alemanha) e atualmente atua no Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), foi cauteloso, e disse que é preciso aguardar os resultados para poder emitir um parecer mais consistente.

 

Questionado se hoje com o avanço da medicina existem algum medicamento eficaz para a cura dessa doença, ele ressaltou que os tipos de câncer são muitos, e que cada caso, requer um medicamento específico.

 

“Em todas as descobertas, é preciso aguardar os resultados. São muitas doenças e cada uma precisa de outros medicamentos” observou.

 

O cientista lembrou que mesmo com a medicina avançada, há anos, os cientistas buscam a cura para o câncer, e muitos médicos prometeram curas, mas os efeitos concretos não corresponderam aos inventos laboratoriais. Por isso, ele se mantém cético. Mas esperançoso.

 

“Olha. Teve já tanta pessoa que prometeu a cura do câncer e não cumpriu a promessa que eu estou muito cético a respeito desta Ideia de uma cura geral. Como expliquei câncer é um conjunto de diferentes tipos de doenças”, destacou o doutor Mathias Welle.

 

Mathias Welle. explica que mesmo os diferentes tipos do câncer de mama possuem uma base molecular e celular diferente. Por causa disso o prognóstico e as terapias são diferentes. “Por causa disso a Ideia de uma única cura do de todos os tipos de câncer é extremamente improvável”, arrematou.

 

Severino Lopes

PB Agora

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Compartilhe